Make your own free website on Tripod.com
Programa da Manhã
A Saga de Pêro Turjal

HOME

A Luta pelo PM
Notícias
Chegámos aos Jornais
Os nossos meninos
No antigo site da RC
Best of Vilaret
Coliseu do Porto
Tivolli
Links interessantes
Downloads
Forum
A Saga de Pêro Turjal
Contactos

Aqui podem ler as três partes disponíveis do Diário de Pêro Turjal, cedidos pelo nosso activista Joaquim Varela bem como uma entrevista cedida por Pêro Turjal à revista Bréfing:

Entrevista à revista Bréfing

Diário de Pêro Turjal- Génese de um estudo de mercado - Por Joaquim Varela
(1ª parte do diário)

Seg.Feira, 15 de Julho de 2002

Finalmente. Finalmente alguém reconhece o meu potencial. Tantos anos na Rinascente FM como Director de Programas, e ninguém me promovia. Por fim, alguém se lembrou de mim. Sim, de mim Pêro Turjal. Tantos sucessos, tanta imaginação, tanta dedicação e ninguém supõe que um homem tem ambições na vida. E ainda por cima com um ordenado bem jeitoso. Agora é que eles vão ver como elas mordem. Nem olhei para trás na hora de dizer SIM. Quél Merveilhe..Ops, querem lá ver que estou a apanhar as frases do outro? Tenho que perder estes tiques, senão podem confundir-me com o Grande Satã.

Seg. Feira, 22 de Julho de 2002

Bem simpático o Paes do Marinhal, hoje no almoço que tivemos, para definir o que fazer nas rádios. Bem simpático dar-me carta branca, para mudar o que eu quiser. Só não percebi foi aquela relutância em não confiar nas ideias que lhe expûs e exigir um estudo de mercado, quando eu sei muito bem o que devo fazer. Enfim, temos também que ceder um pouco, e um estudo sempre serve para não cairmos em equivocos graves. E ele até que foi prestável, ao dar-me o contacto de uma empresa de um amigo dele, que trabalha em consutadoria de média. São americanos, ao que parece. Amanhã telefono-lhes.

Carta branca. Quél Mervélhe, bolas lá estou eu outra vez, QUE MARAVILHA. Com tantas rádios nem sei bem por onde começar. 6 Rádios 6. Isto é quase um sonho para mim. E pôs-me logo à disposição todos os meios do Grupo Mete Capital, a VTI, as empresas de Outdoor, os Jornais, os amigos do Correio da Matina, etc. Nada como trabalhar com gente que sabe o que quer.

Ter.Feira, 6 de Agosto de 2002

Inicio de férias e viagem para os EUA. Ontem foi muito emocionante a despedida da Rinascente. Estava tudo muito feliz e sorridente. É sempre triste deixar uma casa onde se trabalhou durante tantos anos. E aquela cabeça de cavalo em Mármore que me ofereceram...-tenho que confessar que me veio uma lágrima ao canto do olho. Nem sei onde colocar aquilo em casa. É tão simbólico, que merece um lugar de destaque. E depois, quando me vinha embora, olhei para trás e toda a gente a acenar com lenços brancos. Que emoção.

Esta tarde estive reunido com os homens do AAMCG-All American Media Consulting Group e fiquei impressionado com o curriculo deles. O Paes do Marinhal, afinal estava certo. São tudo pessoas de origem sul-americana, que se radicaram aqui nos EUA, e já conceberam numa série de coisas. Assim, só de cabeça, lembro-me da Coca-Cola (new flavour), da Pepsi Azul, o Jornal "The European", o Renault 14, a Telé-Zimbabué, e até em Portugal, o renascer do Jornal "O Século" e o lançamento do DOT. Isto é gente com muita experiência. Estiveram a explicar-me o plano de acção. Só estranhei um pouco o preço. Chiça, 30.000.000 USD!!! Mas telefonei ao Paes do Marinhal, que deu luz verde e reforçou a confiança que tem nesta gente. Se não fosse a categoria dos escritórios e a experiência que esta gente tem, até pensava que isto era uma coisa ilegal, tipo Lavagem de dinheiro ou Tráfico ilegal de armas... , mas ainda bem que vamos trabalhar com os MELHORES, porque assim estou mais confiante e descansa
do, e sempre vou ter algo para justificar as mudanças.

Seg.Feira, 2 de Setembro de 2002

Primeiro dia de trabalho na Mete Capital. Que desafio. 6 Rádios 6. Estive a apresentar-me a toda a gente. Não percebo porque estavam todos com um ar circunspecto. Devia ser pela solenidade do meu discurso. Belo gabinete que me deram. E o que eu fui descobrir num armário meio abandonado lá a um canto. Um microfone com o simbolo do RCP-Rádio Culto Português, que funcionou nestas instalações. Aquilo é que eram tempos. Fiquei com algo atrás da orelha. Amanhã chegam os consultores da AAMCG que vão começar logo a trabalhar.

Qua.Feira, 18 de Setembro de 2002

Aqueles Américas devem ser doidos. Então não é que me apresentaram 1.500 entrevistas que realizaram e dizem que é suficiente. Devem estar doentes!! Tão poucas e ainda por cima, foram aos ficheiros aqui da rádio e telefonaram para os nossos ouvintes, a dizer que iam mandar um inquérito e pediram para o devolver com brevidade. Estava mesmo a ver-se o resultado. Que gostam muita das rádios, que gostam da música, dos animadores. Que querem mais novidades musicais, menos publicidade, mais voz, mais concursos. Mais pessoas a apresentar. Tretas!!! Mandei-os logo dar uma curva. Eu quero é conquistar novas audiências, quero lá saber das que tenho. Disse-lhes logo que estes métodos não servem. Porque é que não vão ter com o cidadão normal e perguntar-lhe o que ele quer? Estes tipos saiem das Universidades e pensam logo que sabem tudo.

Sex.Feira, 4 de Outubro de 2002

Desta vez foi demais. Então não é que aqueles tipos são pagos a peso de ouro para fazerem disparates destes?! Hoje apareceram-me aqui com com 10.000 entrevistas e chegaram à conclusão que as rádios em Portugal são muito maçadoras, com pouca informação, que as músicas são todas muito antigas e que os animadores falam pouco e ainda por cima fizeram uma sondagem que deu os seguintes resultados:

Rinascente FM-15%

Rádio do Maciel-14%

Rádio Rinascente-13,2%

Tilifonia sem Fios-8%

Rádio Ciudad-6,2%

Rádio Nostálgica-6,1%

Artéria 1-4%

Artéria 3-3,5%

Meta FM-3%

Outros-27%

Está tudo doido, ou quê? Recebi o estudo deles, e mandei-os de volta para os States. Que incompetentes. Disseram-me que eram os MAIORES e os MELHORES. Que este estudo era o MAIOR alguma vez feito em Portugal. Enfim, conversa da treta.E depois ainda têm o desplante de me dizer que o mercado estava saturado de rádios AC. Ainda lhes perguntei o que era isso do AC, mas eles fizeram uma cara de espanto e eu para não dar parte de fraco, disse-lhes que tinha percebido AB. Amanhã tenho que ir ver o que é esta coisada do AC.

Dom, 13 de Outubro de 2002

Hoje é que foi. Fui a Fátima, com a famelga e uns amigos meus, ao Santuário de minha devoção, neste dia tão especial. Fui pagar umas promessas e aproveitei para fazer o meu próprio estudo de mercado. Fiz uns papelinhos, que distribui a uma série de excursionistas e conseguimos reunir 1.243 respostas.

Aqui estão as perguntas e os resultados:

1-Que rádio Escuta?

A-Rádio Rinascente -40%

B-Rinascente FM-36%

C-Tilifonia sem Fios-5%

D-Rádio do Maciel-10%

E-Outras-7%



2-Que rádio Prefere?

A-Rádio Rinascente-40%

B-Rinascente FM-42%

C-Tilifonia sem Fios-3%

D-Rádio do Maciel-5%

E-Outras-10%

Eu bem que sabia. Aqueles americanos, que estúpidos. Afinal, eu já ando nisto há tantos anos.Aliás, eu nasci debaixo de uma rádio. Eles percebem é de Hamburgueres e Basquetebol. Agora vinham aqui ensinar-me o que é que as pessoas ouvem ou querem ouvir.

Qua, 16 de Outubro de 2002

Estive hoje a almoçar com o Paes do Marinhal. Entreguei-lhe os resultados do meu estudo, numas folhas que os tipos do AAMCG tinham deixado no meu gabinete por esquecimento, e ele ficou convencido. Tem de se Mudar Tudo. Ainda achei que 1.243 respostas eram poucas, que a amostra era pequena e até dei por mim a fazer contas e a pensar que cada uma daquelas pessoas representam muitas. Dei por mim a pensar que cada português estava representado em 0,01243%. Isto não será curto ó Turjal? 0,01243%, se calhar nem é um pêlo púbico, ou uma raspa de uma unha? Se calhar devia deslocar-me a outros sitios para recolher mais respostas. Ainda pensei em ir ao Bom Jesus de Braga no próximo fim de semana. Ora que se lixe,o tempo urge e estou farto de estudos de mercado e este tem uns resultados tão esmagadores que só pode ser válido.

Combinámos mudar tudo. Mudar as rádios todas. Amanhã vou começar a pensar no assunto.

Qui, 17 de Outubro de 2002

Depois de muito pensar - quase nem dormi esta noite - eis o que vou fazer.

Rádio do Maciel-Vou apresentar aquela ideia da rádio AC, que os tipos do AAMCG me falaram, e vou fazer uma rádio destas, com pop-rock de qualidade, muito mais música e menos palavra. Vou contratar um tipo bem disposto. Vou correr com aqueles "engraçadinhos", que devem julgar que têm muita piada e vou concorrer com a Rinascente FM. Será uma rádio dos 20 aos 44 anos.

Rádio Nostálgica-Quase ninguém ouve isto. A música é velha de mais. Já sei o que fazer daquele microfone. Lembrei-me de fazer renascer o RCP. Vou buscar 2 tipos ao Grupo Rinascente e concorrer com a Rádio Rinasccnte. Vou fazer uma rádio para pessoas dos 45 aos 65 anos.

Rádio Mixta-Com esta vou acabar e lançar uma rádio de música francesa e brasileira, tipo bossa-nova. Ah Páárris! Uh-la-la. E o Rio de Janeiro, que belas praias. A ouvir o Burt Bacharach e o Tom Jones. Qui Bélêza, né!. Ops, lá estou eu outra vez a cair no mesmo. Estes tiques estão a dar cabo de mim.

Rádio Romance-Esta também acabo com ela e vou lançar uma rádio para os "jovens" com mais de 65 anos.

Rádio Ciudad-Estes são outros. A falar em brasileiro. Onde é que isto já se viu?!? Ainde se estivessem no Brasil... Vão mas é todos para a terra deles num abrir e fechar de olhos. Vou lançar aqui uma rádio para os jovens dos 10 aos 20 anos.

Rádio Nacionalista- Aqui vou fazer uma rádio de desporto. É pena o Artur Agostinho já não fazer relatos, que ele é que percebe disto. Mas hei-de arranjar alguém.

Salvo qualquer pequeno ajuste, parece-me uma boa estratégia. Acaba-se de vez com a barulheira e com o granel nos estúdios. E aquelas gralhas da manhã!!!! Chiça, que já não os posso ouvir. Aquelas graçolas sem piada nenhuma. O Martelo, vai mas é rir-se para outra freguesia. Quem é que terá dado trabalho a um inútil daqueles, que nem a barba faz ??? E sempre aos gritos ENORMES MAMILOS!!!!! Sinceramente! E a outra maluca, sempre a rir-se e aos guinchos. Aquilo nem para médica deve dar, quanto mais para locutora de rádio. E o Benfiquista, o Ribeirito. Desse nem sei que diga. Agora vai mas é acordar o prédio onde mora e é se quer, que quem acorda Portugal, sabe-se muito bem quem é. E o pior é que parece que há algumas pessoas que lhe acham piada. Pode ser que quebre o enguiço do clube dele-desde que trabalha nesta casa nunca mais ganharam nada.

Ah! Como é bom poder manobrar as peças neste grande tabuleiro de Xadrez que é a rádio, em que eu sou o Rei.

Diário de Pêro Turjal - II parte - Por Joaquim Varela
 
Sex, 20 de Dezembro de 2002

Poizé, poizé...cá estou! É pá, muito gostava eu de saber onde é que eu vou buscar estas coisas? Uma pessoa ouve isto, já nem sabe bem onde, e depois estas frases absurdas, não nos saiem da cabeça. Um dia destes tenho que procurar ajuda a alguém, para ver se perco estas fixações sem nexo, que me irritam tanto.

Bom.... adiante. Tenho andado tão atarefado, que nem tenho tido tempo de pôr a escrita em dia, mas hoje decidi colocar em papel, o que se tem passado nos últimos tempos. Tenho já tudo planeado. As rádios estão quase prontas para arrancar. Já consegui convencer algumas pessoas da Rinascente FM a seguirem as minhas pisadas e só uma coisa me anda a atormentar. Quem é que eu vou pôr de manhã na Rádio do Maciel. Os graneleiros estão fora de questão!! As pessoas estão fartas daquilo. Só de os ouvirem ficam logo todas stressadas. Não há dia nenhum, que não haja por aí uma série de acidentes e só Deus sabe quantos foram provocados por esse estado de espírito. O que as pessoas querem é música calma, uma rádio "soft", pop de qualidade. Quando se iniciar esta revolução, estou certo, que as Grandes Urbes ainda me darão um dia a Chave de Ouro da Cidade por Serviços Prestados em Prol do Trânsito.

Tenho andado a matar a cabeça e ainda não consegui chegar a nenhuma conclusão. Eu, por mim já não tenho vida para fazer estes programas. Já estou farto de me levantar cedo e as responsabilidades de um administrador, não deixam quase tempo nenhum para a familia e os amigos. Quanto muito farei uma ou outra aparição fugaz. Decidi fazer um programa ao fim de semana, possivelmento ao Sábado de manhã.

É pena este país não se chamar PORTUGUEL. Se assim fosse, podia-se chamar "PÊRO TURJAL A ACORDAR PORTUGUEL NA DO MACIEL". Não ficava nada mal, hem?! Adoro estas rimas. De imediato ditei uma missiva para o Presidente da Assembleia da Republica a solicitar esta alteração. Espero que a resposta seja rápida, para poder começar o meu programa "como deve ser". Não percebi foi o ar quase incrédulo, com que a minha secretária ficou, à medida que lhe estava a ditar a carta. Ainda ía para dizer algo, mas calou-se. As pessoas não deviam ter vergonha em dar os parabéns a quem tem ideias tão brilhantes. Afinal de contas por alguma razão não chegamos todos a lugares de liderança. Mas como eu a conheço suficientemente bem, compreendi de imediato o que lhe ía na alma e fiz um ar compreensivo, que a deixou mais tranquila.

Para o Programa da Matina, os primeiros nomes que me vieram cabeça foram os de José Conimbriga e Carla Rocheta . Pedi aqui à minha secretária para marcar uma reunião com eles, mas de princípio não estavam disponiveis e à terceira tentativa, disseram-me que andavam muito atarefados e que quando tivessem tempo me telefonavam a marcar uma hora. Pudera, aquilo na Rinascente, sem uma liderança forte e determinada deve estar cá uma confusão. Não quis ser muito insistente e comecei logo a pensar noutras alternativas. Quem era excelente para este horário era o Antóino Zala, e telefonei-lhe logo. Disse-me que já não tinha vida para isto, que já não estava para se levantar cedo, que tinha agora outros objectivos na vida..... Enfim, uma série de desculpas esfarrapadas, que não me convenceram. Será que lhe fiz alguma coisa que o melindrasse? Ainda pensei no Manuel Luís Gouxa, mas não me pareceu uma boa ideia, podia até chatear o Marinhal e não queria arriscar isso. E foi num zapping rad
iofónico no meu automóvel, que fiz a semana passada, que descobri uma excelente alternativa. Descobri o Nuno Leiró. Que voz, que à vontade, que presença!! Que boa disposição e especialmente o humor, e que humor!!! Desta vez fui eu que quase tive um acidente de tanto me rir. Este rapaz, faz-me lembrar a minha juventude e não pude deixar de me sentir um pouco nostálgico. E então tomei uma decisão com o coração. Se aquele pessoal do Café da Matina da Rinascente FM, não me telefonar a marcar uma reunião, vou contratar Nuno Leiró para o Programa da Matina.

Seg, 6 de Janeiro de 2003

Está decidido. Ainda voltei, e desta vez pessoalmente, a tentar entrar em contacto, com o José Conimbriga e a Carla Rocheta, mas a confusão deve ser total. Primeiro telefonei para a Rinascente. Atendeu-me a Dona Zé, que quando lhe pedi para falar com os 2 locutores, grunhiu qualquer coisa, e com o seu mau-humor caracteristico meteu-me em espera durante meia-hora. Esta mulher não mudou nada em 17 anos. É impressionante a falta de educação com que atende as pessoas. Desliguei e voltei a telefonar. Desta vez pedi à Dona Zé que me facultasse os números de telemóvel. A muito custo lá os deu e tentei telefonar. Não sei porquê, mas atendia-me sempre uma voz sensual que me dizia qualquer coisa assim: "Si cariño!...Te quiero!!! Soy Michelle, como te lhamas?" Ainda pedi, por várias vezes, para falar com a Carla Rocheta, mas desligavam-me o telefone quase de imediato. Vou só colocar aqui os números que me deram, caso necessite deles algum dia [00236741008 e 707307307]. Mas como não sou
pessoa para desistir fácilmente, enviei uma mensagem para a caixa de correio electrónico do Café da Matina. Esperei alguns dias e para meu grande espanto, nem me responderam. Muito gostava eu de saber para que é que aquela gente quer o E-Mail? E assim sendo, hoje contratei Nuno Leiró. Foi uma conversa agradável, que tivemos ali junto ao Tejo, numa esplanada da moda. Disse-lhe em traços largos, aquilo que pretendia, que ainda não sabia muito bem quem ía trabalhar com ele, mas que iria ser um Programa da Matina fortissimo, que apreciava muito o seu trabalho e que estava certo que ele não me iria desiludir. Tranquilizei-o quanto ao facto de não ir trabalhar com quem fazia actualmente o Programa da Matina e por fim, tudo acabou em grande galhofada e boa disposição, bem almoçado com um magnifico Cozido à Portuguesa. As anedotas que aquele rapaz sabe....Ainda agora à noite me rio duma que ele me contou....hehehehe. Não fosse este livro um espaço de dignidade e até a contava, mas não o vou fazer....hehehehehehe..... Quando me vim embora dei-lhe, embrulhadas, 10 cassetes do Café da Matina, com emissões feitas por mim, para ver se o rapaz, consegue compreender o que eu quero.

Qua, 15 de Janeiro de 2003

Hoje é que foi....A vingança é um prato que se serve frio. Com que então a acordar Portugal inteiro?!, hem...?! Hoje é que eles viram com quantos paus se faz uma canoa. Tive uma reunião, com o pessoal da Rádio do Maciel. Até ficaram com os cabelos em pé. Reuni com os vários apresentadores em separado. Os primeiros foram os tipos do Programa da Matina. Estive a dizer-lhes o que ía fazer com as rádios do Grupo Mete Capital e quais os planos para a Rádio do Maciel. Eles ouviram calados, o Martelo a roer nervosamente as unhas e cabisbaixo - deve estar a imaginar mais umas barbaridades para meter num daqueles projectos de livro que ele me falou aqui à uns tempos (agora que me lembro disto, amanhã tenho que me informar quantos livrecos é que ele já vendeu). Quase 1 minuto de silêncio. O Martelo roía cada vez mais frenéticamente as unhas, a Vasconceles ficou embasbacada e o Ribeirito, primeiro ficou vermelho, as pupilas dilataram e passados 30 segundos abriu a boca para voltar a fec
há-la de imediato. Ainda tentou balbuciar mais alguma coisa, mas não disse nada durante aquele longo minuto e no final questionou-me o que ía acontecer ao seu Progama da Matina. E eu lá lhe tive que dizer, que na nova Rádio do Maciel, não haveria lugar àquela irreverência e que os achava sempre muito stressados, quando faziam as suas emissões, que se calhar necessitavam de um periodo de repouso e que dia 31 de Janeiro iriam fazer a sua (deles) última emissão. Um silêncio gélido trespassou o meu gabinete.. E por fim, lá me perguntou: "E que vamos fazer nós na MCR?" Desta já eu estava à espera. Lá os informei, que a Vasconceles, como tinha um vinculo recente, veria suspenso o seu contrato e poderia dedicar muito mais tempo às coisas que verdadeiramente lhe interessam, ou seja: tratar de malucos (não que eu lhe augure grande futuro, pois os resultados com os outros dois com quem trabalha, não são nada famosos). O Martelo, iria, começar a cobrir a actualidade Politica e Desportiva e o Ribeirito iria ficar encarregue do Departamento de Estudos de Mercado vocacionado para os PALOP, e ainda responsável pela formação do Grupo de Cantares Alentejanos do Grupo Mete Capital , que eu estava a pensar criar dali a 6 meses e finalmente o José Nuñez, iria fazer relatos de Futebol da II Divisão B, que iriam ser a grande aposta desportiva do Grupo, tudo isto sob a supervisão de Artur Aigostinho.. Disse-lhes ainda que os considerava excelentes profissionais e que confiava no seu profissionalismo para desempenharem com grande dedicação, as suas novas funções. O espanto foi total. Perguntaram quem iria para o seu lugar, ao que respondi que era algo que se encontrava no Segredo dos Deuses, por razões estratégicas, mas que estivessem descansados, que podiam confiar em mim, e que por certo não se iriam sentir mal substituidos.

Chamei então os restantes locutores, que trabalham aqui na Compaio e Pino. Fiz o mesmo discurso a explicar todas as alterações que iriam ser efectuadas e agradeci tudo o que de bom todos eles tinham trazido a esta casa, enquanto animadores. Só não percebi foi a cara deles. A Arrojada só olhava para o chão. O cabelo da Vanda Maria quase que ficou roxo. O Serginho só tossia. E os outros, meu Deus, que silêncio. Devem ter ficado pasmados com a qualidade destas mudanças e com a visão estratégica que as mesmas implicavam. Só é pena o Alvito ter ido para a Artéria 3, que eu pagava para ver a cara dele...... Como eu gostava de ter isto gravado, para ver em casa aos fins de semana em que estivesse a chover ou estivesse de mau humor. Foi pena ter-me esquecido da camâra em casa.

Seg, 20 de Janeiro de 2003

Estive hoje a almoçar outra vez com o Marinhal. Perguntou-me como íam as coisas, e pu-lo ao corrente de tudo. Que estava tudo quase pronto para o arranque da Rádio do Maciel. Mostrei-lhe os spots publicitários, os Outdoors, os anuncios de Imprensa, a grelha, o projecto de play-list, etc. Ouviu tudo em silêncio e no final, perguntou-me como tinha sido o trabalho do AAMCG-All American Media. Disse-lhe que tinha corrido lindamente e, para mal dos meus pecados, informou-me que os tinha chamado de novo, para me ajudar, nesta altura do lançamento das rádios. Ainda tentei refutar esta ideia, mas o Marinhal insistiu tanto, que tive que ceder. Deu-me uma série de contactos de jornalistas para me entrevistarem e quando eu ainda tentei de novo fazer-lhe ver que os Americanos já tinham feito o seu trabalho, saíu depressa. Parece que tinha que ir fazer uma corrida de um campeonato qualquer em Espanha e já estava atrasado.

E agora, o que é eu vou fazer? Se eles descobrem que eu pûs o meu estudo de mercado em folhas deles e que guardei o deles lá no fundo duma gaveta da minha secretária? Só me faltava agora esta, ter que aturar agora aqueles tipos, que têm o rei na barriga, outra vez.

Qua, 22 de Janeiro de 2003

Cá estão eles outra vez. Estes tipos quase parecem uma praga de Egipto. Não há meio de me ver livre deles. Os americanos estiveram a ver o plano de acção e só disseram foi disparates. Questionaram-me por tudo e por nada. Que eu não devia saber lêr inglês, porque só assim explicam a razão de eu estar a pensar criar as rádios que vão ser colocadas no ar. Que eu não percebi nada do estudo. Que o ouvinte queria mais palavra e menos música e que eu fiz exactamente o oposto. Que a aposta nos jogos de Futebol da II B era um disparate sem igual. Eles que só sabem jogar Futebol com as mãos e aos encontrões, a darem-me lições sobre isto, a quererem agora dizer-me que isto não tinha sucesso....Francamente! Tivemos uma discussão acalorada e disseram-me que tinham ordens do Marinhal, para avaliar o meu desempenho. Que íam ver o plano para o hotel e que o mais tardar Sexta-Feira diziam-me alguma coisa. Perguntaram-me o que era feito da Rádio de música Rock, ao que lhes respondi que iria te
rminar, porque as pessoas estavam fartas dessa música. Torceram o nariz e sairam a correr sem sequer se despedirem. Sempre estou para ver o que é que vai sair dali....Só me faltava esta, andar com policias à perna. Tenho de arranjar maneira de ver livre deles de uma vez por todas.

Sex, 24 de Janeiro de 2003

Eu bem que andava preocupado com estes Américas. Então não é que acham, que eu não devia acabar com a Rádio Rock?! Não fosse ter sido o Marinhal a chamá-los, eu dizia-lhes das boas. Que a rádio para os "jovens" dos 65 anos em diante não tem viabilidade e que os actuais ouvintes, gostam bastante desta música e que se eu acabasse com o Rock, iria perdê-los todos. Nunca ouvi tamanho disparate na minha vida. As pessoas sabem lá o que gostam de ouvir...Hoje ouvem uma coisa, amanhã ouvem outra. Cabe aos que têm responsabilidades, como as que eu tenho, saber zelar por aquilo que elas gostam de ouvir. Isto é um pouco como as crianças: Quando estão a chorar, a gente dá-lhes água e elas calam-se logo.

Ainda lhes disse que tinha os servidores de música a abarrotar e que já estava a ocupar o espaço do Rock com pop de qualidade. Nem ligaram a este argumento. Estes tipos são uns autênticos ditadores. Quando metem uma coisa na cabeça, não há forma de os convencer do contrário e têm que levar a deles avante.

Parece que os tipos do Programa da Matina, estão a fazer qualquer coisa no teatro. Mas como é que isso é possivel? Deixaram-me aqui um convite. Aquilo não tem piadola nenhuma.... Devem lá ir para aí 200 ou 300 pessoas no máximo. Se isto aqui na rádio já é o que é - é só barulho, musica maluca e um berreiro que nunca mais acaba - faço ideia num teatro. As pessoas só de os verem, fogem a 7 pés. O Martelo com aquele cheiro nos pés, o Ribeirito com aquelas piadas parvas e a outra maluca que pensa que sabe tocar guitarra.....Jesus, aquilo deve ser pior que o Herman José.

Hoje começaram as obras aqui no meu gabinete. Isto vai ficar um mimo. Mandei forrar as paredes com posteres dos Queen , Robin Wlliams, Celine Dion , dos Boney M., Kajagoogoo e do Phil Collins. Bem atrás de mim vou dar um toque de distinção e colocar um cartaz emoldurado do ROCKY, daqueles que há nos cinemas a anunciar os filmes. Mandei também vir um pedestal, para colocar aquela Cabeça de Cavalo que a malta da Rinascente me ofereceu quando me vim embora. Móveis novos, um PC à maneira, para ver as audiências e um sistema de som em condições para ouvir rádio. Um leitor de Cd´s. Uns armários novos. Mandei colocar aqui também um cadeirão, para tirar uma sesta de vez em quando, que é um hábito que ainda não perdi, desde que saí da Rinascente.

A minha secretária sugeriu-me, que colocasse num local bem especial aquela reliquia do RCP, que encontrei no primeiro dia que aqui trabalhei... E eu por mim, tudo bem!!! BOLAS!! Que já não suporto estas parvoíces. Mas o que é que se anda a passar comigo? Querem lá ver que estou a entrar na "crise da meia-idade"?

Numa outra parede coloco o meu brevet de piloto de helicóptros, emoldurado e com o selo bem à vista. Pode ser que confundam com um diploma de licenciatura, e assim comecem a tratar-me por Doutor ou Engenheiro.

Seg, 27 de Janeiro de 2003

Hoje tive um dos piores dias da minha vida...ou então não. Chiça, lá estou eu outra vez com estas frases parvas. Mas onde é que será que eu já ouvi isto? E o pior, é que não me saem da cabeça! Isto já está a passar um pouco dos limites. Será que estou a ser vitima de alguma bruxaria? Amanhã vou tratar disto sem falta. Ainda não sei se hei-de chamar cá a Linda Reis ou o Professor Alexandrino. Esta noite vou matutar sobre qual dos dois vou escolher.

Os Américas dizem que tenho que fazer uma rádio Rock custe o que custar! Que não pode haver um corte radical com o passado, que os ouvintes querem continuar a ouvir os "engraçadinhos" do Programa da Matina, etc, etc. Discutimos mais de 5 horas e infelizmente tive que ceder. Isto é uma espinha encravada na garganta. Quase que me obrigaram a acabar com o projecto de rádio "mais de 65" e criar uma rádio rock. E a Rádio de Desporto tem de ser reformulada dos pés à cabeça. Descobriram aquela marosca dos papéis com o estudo e ameaçaram-me com a revelação dessa história ao Marinhal. Encostaram-me à parede. Não tive outra alternativa. Se eu soubesse o que eu sei hoje, alguma vez eu tinha feito aquilo?. Tinha mas é entregue aquilo nums papéis da Rádio do Maciel e mais nada. Não fosse eu querer provar que tenho razão, deixava já esta coisa das rádios e ficava mas era a viver dos rendimentos da minha mulher.

E até me sugeriram um nome. Que desplante! Eu, que ao longo da minha vida tenho arranjado tanto e tanto nome original e apelativo, agora tenho que aceitar um nome sugerido por estes tipos.... Em honra ao seu trabalho devia chamar-se BIGGEST ROCK FM, dizem eles. Com o programa da Matina, e o resto dos animadores. Que sofrimento. Isto é espetarem-me facas no coração. Só me apetece é chorar!!!! A ocupar emissores com coisas que ninguém ouve....

Mas não pensem eles que vão levar a deles avante. Esta rádio fica com o Programa da Matina, mas não é todo. E vai passar Rock, mas é o que eu achar que é Rock. Sim, que isto do Rock tem muito que se lhe diga. E vou mas é mandar uns quantos animadores para a Rádio do Maciel, senão quem é que vai apresentar aquilo? Só o Nuno Leiró e o João Faz não chegam. Só espero que os ouvintes com mais de 65 anos não fiquem tristes com esta alteração e não comecem a telefonar para aqui a toda a hora.

Ainda tive tempo para enviar por e-mail aquelas entrevistas que tinha marcado com os jornalistas do Correio da Matina e do Bréfing. Quando isto sair o país ira rejubilar de alegria.

Ter, 28 de Janeiro de 2003

Está feito. Hoje chamei cá o Prof. Alexandrino, o "bruxo do cajado", e estive com ele 2 horas, para ver se consigo ver-me livre destas frases, que me atormentam a cabeça. É que não quase dia nenhum, que não dê por mim a dizer coisas disparatadas, tipo: Poizé, poizé.... ou Quél Merveille!! Mánada!!!

Esteve aqui no meu gabinete e passado 5 minutos disse-me logo que ía solucionar tudo. Espalhou por aqui meia dúzia de sapos, ofereceu-me um daqueles cajados com uma bola de cristal na ponta, que me disse para colocar ao canto do gabinete, para afastar o mau-olhado e iniciámos de imediato uma sessão de hipnótismo!

Deitei-me no meu cadeirão....Relaxei... "Firme e hirto como uma barra de ferro!!! Firme e hirto como uma barra de ferro!!! Firme e hirto como uma bar....."

Confesso que já não me lembro de mais nada a partir daqui. Só sei que passada hora e meia acordei e ele já não se encontrava no local e deixou-me um bilhetinho, com uma reza, que ele me aconselhou a ler 3 vezes por dia, e ara nunca mais tirar o cajado do sítio onde estava.

Garanto que durante o resto do dia, não tive mais nenhuma situação como aquelas que me estava sempre a acontecer. Muito gostava eu de um dia desvendar os segredos do hipnotismo. Gostava de saber como é que eles conseguem meter uma pessoa naquele estado.

Qui, 30 de Janeiro de 2003

Que dia!! Cheguei à Compaio e Pino ao meio dia. Fui para o meu gabinete, acabadinho de ser remodelado. Como fica bem o Diploma ali na parede. E o Cajado na outra ponta até que dá um ar distinto. Liguei o PC. Tirei aqui uns minutos para contemplar o futuro e vi uma imagem de um Sol radiante, por detrás de um arvoredo com umas criancinhas a correr desenfreadamente de um lado para o outro. Que paisagem tão bucólica....Estava eu neste "sonho de olhos abertos", quando irrompe a minha secretária, a Helena Gamba com um ar esbaforido e me sugere uma ida ao site da Rádio do Maciel, mais concretamente aos fóruns. Assim fiz e qual não é o meu espanto havia uma série de pessoas que se estavam a queixar de ir acabar a Rádio do Maciel, como eles a conheciam. Bom, já só me faltava esta. Li brevemente as mensagens e chamei um daqueles tipos dos computadores, que já nem me lembro o nome e mandei-o apagar aquilo tudo. Ele perguntou-me, quais é que devia apagar e eu tive que repetir: TODOS!!!
Mas todos, como? Ó Homem, TODOS É TODOS, E PONHA-SE A ANDAR QUE JÁ É TARDE!!!!!! Vou ver o meu e-mail e começam a ser descarregadas uma série de mensagens. Logo das primeiras eram uma tal de Irmã Goma e um tal de Pastor Galman, que pertencem a uma ordem que já nem me lembro o nome. Pensei que seriam votos de felicidades, vindo de quem vêm. Mas não! Era mais outros a queixarem-se. Por respeito pela instituição que representam, respondi-lhes. Mas não deixou de me perturbar o facto desta venerada Irmã, e pior ainda ,o Pastor, ouvirem Rock, dentro de locais de Culto e profanarem o Silêncio Divino em locais de recolhimento espiritual. De imediato ditei uma missiva que enviei ao Cardeal Patriaca a referir esta situação e a solicitar-lhe que tome medidas imediatas. Mas para as outras todas é que não tive pachorra. Vi só os nomes e apaguei tudo. Esta coisa da Internet, é cá uma maçada. Sabem o e-mail duma pessoa e depois usam isto só para chatear.

Passado 2 horas já estava tudo na mesma no fórum. Eram umas atrás das outras. Veio outra vez o tipo dos computadores e disse-me que agora ainda havia mais pedidos de explicações, e queria saber se eu precisava de ajuda para responder. Ajuda? Quem? Eu ?? Tive que tomar uma medida radical. Expliquei-lhe que quando precisasse de ajuda, eu ía à procura dele. Está mais que visto que esta gente nem sequer sabe, que quando estive a estagiar no EUA, era colega de quarto do Bill Gates e ele inclusivé ainda me deve até hoje 40 Dólares. Dei-lhe ordens, para não me chatear mais e apagar tudo o que aparecesse e se continuasse assim, acabava-se com o fórum e Máinada....onde é que eu já ouvi isto?!?! Querem lá ver que me esqueci de ler a reza do Professor Alexandrino, hoje de manhã? Li-a de imediato.

Hoje vou contratar o Professor Alexandrino como Consultor de Assuntos Psicológicos. Desde então ainda só tive uma recaida e deve ter sido quando se desviou o cajado, para passar uns quantos móveis.

Mas isto não acabou ali. Durante o dia todo, era a telefonista a chatear-me a cabeça. Não atendi ninguém, como é óbvio. Cambada de Ignorantes. Se estivessem mas é a trabalhar, em vez de se preocuparem com coisas que não lhes dizem respeito, aposto que Portuguel (coloco já assim o nemo, mesmo antes de receber noticias da AR, para me ir habituando) já não estava na cauda de Europa.

Sex, 31 de Janeiro de 2003

Pronto. Acabou-se! Agora é que foi! Portugal já não acorda por inteiro! Já não era sem tempo. Não fossem aqueles americanos e ao tempo que isto já era uma realidade. A única coisa que fizeram, foi atrasar este processo todo. Não há mais Garotos a Morder o Cão, nem Linhas Avançadissimas, nem ouvintes a chatear as pessoas dentro dos estúdios! Ah, que descanso!!! Quél Mérvelle..... Bolas, que isto não me passa nem por nada deste mundo. Querem lá ver que as senhoras da limpeza, mudaram outra vez o Cajado de sítio?

Agora, aquela malta do Programa da Matina, vão mas é fazer aquela algazarra ali para o fundo do corredor e é se querem. E é se alguém os ouvir.... Duvido, mas nunca se sabe. Agora é só mais este fim de semana, para afinar os últimos pormenores e arrancar com a nova Rádio do Maciel.

Dei ordens para só deixarem entrar aqui na Compaio e Pina, pessoas que cá trabalham. Só assim podemos ter tranquilidade para "atacar" com redobrado ânimo esta fase crucial da reestruturação das rádios. Comprei uns martelos pneumáticos, 5 sacas de cimento e 2 betoneiras e pûs lá fora, que é para todos pensarem que estamos em obras. Assim ao menos ninguém vem para aqui chatear.

Recebi hoje a resposta àquela solicitação que fiz à Assembleia da Républica, para mudar o nome do país para PORTUGUEL, mas não percebi muito bem o teor da carta. Vou escrevê-a aqui, para ver se mais tarde consigo compreendê-la:

"Caro Pêro Turjal

Só o facto de, por norma, responder-mos a todas as cartas que aqui chegam, nos obriga a tal martírio. Considere desde já a sua proposta como fazendo parte duma possivel compilação de ideias histriónicas, absurdas e néscias. Sem mais. Cumprimentos."

Ainda tenho que ir ver ao dicionário o que quer dizer histriónicas e néscias, mas acho que a minha proposta deve ter sido chumbada no plenário. Anda uma pessoa a pagar deputados a peso de ouro, para depois nem sequer fazerem um trabalho em condições. Ao menos tinham-me avisado, quando é que íam discutir e votar esta proposta.

E agora, que fazer??

PÊRO TURJAL A ACORDAR PORTUGAL NA DO MACIEL, não fica bem...

PÊRO TURJAL A ACORDAL PORTUGUEL NA DO MACIEL; ficava lindamente, mas não pode ser.

A minha secretária sugeriu-me mudar o meu nome para Pêro Turjel...hum....

PÊRO TURJEL A ACORDAR PORTUGAL NA DO MACIEL, mas não rima...., mas que raio, agora mudar de nome? Que disparate, e depois quem é que me conhecia? Esta não é definitivamente uma boa ideia.

E foi então que se fez luz!! Vou mudar o nome da Rádio!!!, Como é que eu nunca tinha visto isto? Já que vou mudar tudo, mudo também o nome da rádio. Vai passar a chamar-se RÁDIO DO MACIAL.

PÊRO TURJAL A ACORDAR PORTUGAL NA DO MACIAL!!!

Muito bem. Ah, como eu adoro estas rimas....hehehehe. Definitivamente esta é uma ideia muito boa. Esta tranquilidade exercita-me sempre o meu lado criativo. E ao fim e ao cabo é para isto que me pagam.

Hoje de manhã, apareceram aqui umas "melgas" a quererem falar com os graneleiros. Ficaram lá fora e é se querem. Ainda fui à janela, mas eram uma meia dúzia deles. Devem ser todos os seus ouvintes...hehehehehe. O pior é que esperaram até poderem falar com eles. Eu pus-me ali a um canto a ver o que acontecia. Não percebi muito bem de que falavam, mas haviam uns quantos com os punhos no ar e até deram um murro num carro e tudo. Esta malta nova, enerva-se por tudo e por nada. E depois pensam que podem protestar assim, sem mais nem menos. Sabem lá eles o que é a vida. Quando crescerem, acabam por me compreender, mas até lá o "sangue-quente" da juventude ainda lhes trará muitas agruras.

Seg, 3 de Fevereiro de 2003

Era para arrancar hoje a nova Rádio do Maciel, mas aconteceu algo que não me deixou dar "luz verde". Este fim de semana prenderam o Carlos Catrapuz e não se fala de outra coisa nas TV´s e nos Jornais, de moldes que mandei arrancar na mesma a BIGGEST ROCK FM, e na Rádio do Maciel, mandei para lá, jé nem sei quem, passar umas músicas e não falar muito, para ir criando um certo clima de "suspense". Adiei o arranque definitivo para a 2ª quinzena deste mês. Nessa altura já não se deve falar muito disto e já terei alguma exposição nos media. Da próxima vez que eu vir o Catrapuz, vou-lhe mas é pedir justifcações.....heheheeh , estou a brincar claro!!. Uma pessoa que até já trabalhou nesta casa devia mostrar um pouco mais de respeito pela mesma! Hahahaha, não consegui resistir a pôr aqui mais esta piada. Quando me dão estes ataques não consigo parar. Hahahahhihihiih.....uf...hehehehe!

Aproveitei este tempo livre para reunir toda a equipa da nova Rádio do Macial. Os Americanos também estiveram presentes e devem ter ficado bem impressionados. Expliquei a todos, tudo o que vai mudar: Os programas de cada um. Estive a explicar a estratégia da Rádio. Ainda houve um que me pediu umas explicações sobre o que era uma rádio AC, e lá tive que desenrascar-me com aquelas frases que eu tinha descoberto na Internet: Que era uma rádio para Adultos Contemporaneos, gente adulta, com bom gosto a nível musical e com comunicadores simpáticos e sem Stress. A Vanda Maria ainda me começou a chatear, para saber qual ía ser a play-list, mas "chutei logo a bola para canto":

-Ó Cara Vanda Maria, para tratar disso estou cá eu!! Preocupe-se mas é em ter um aspecto decente e deixe-se mas é dessas parvoíces, com que você aqui aparece, que isto de trabalhar para quem vamos trabalhar, não se coaduna com essas atitudes e idumentárias

Acabou a reunião num ambiente quase festivo, com toda a gente sorridente e bem disposta e motivada para o GRANDE DIA! Não me fizeram mais perguntas, sinal que consegui transmitir bem aquilo que queria e que fui suficientemente eloquente para motivar as pessoas. E o Leiró, ah, aquele Leiró é mesmo engraçado. Se as pessoas imaginassem o ambiente de alegria e sã camaradagem que ele cria. Quando ele está presente é cá uma galhofada, que só visto. E as piadas, meu Deus, eu não me canso de rir com aquele jeito dele de contar aquelas graçolas.

Bom, adiante. Aqueles ignaros dos ex-ouvintes da antiga Rádio do Maciel, é que não param de me chatear a cabeça. Ele é mails, ele é faxs, ele é telefonemas. Que seita! Nem me dou ao luxo de lhes responder. Só com o tempo eles compreenderão o alcance das minhas medidas. Só hoje estive 15 minutos à espera que descarregassem todos os mails. Já dei ordens à Helena Gamba, para mos identificar! Quero saber com quem estou a lidar.

Qui, 13 de Fevereiro de 2003

Hoje acabei com uma grande preocupação na minha vida!! Sem ela saber, cacei ali no café da esquina a agitadora, que me anda a sarnar os miolos nestes últimos tempos. A Helena Gamba disse-me que ela é que anda para aí a organizar acções de protesto e devo confessar que já vi o nome dela nalgum daqueles e-mails que tenho andado a apagar nos últimos dias. Estava lá a tomar um cafézito com os palermas do Programa da Matina da BIGGEST, e eu apareci, assim com um ar de quem nem quer a coisa. Cumprimentámo-nos e ela começou logo a dizer uns quantos disparates, sem nexo. Falava tão depressa que eu nem sequer percebia o que ela dizia. Fomos para uma mesita ali ao canto, para não causar grande alarido. Lá se queixou, e gesticulou, como uma desvairada. Confesso que nem entendi metade do que ela disse. Os outros nem falavam, passaram o tempo quase que hipnotizados. O Martelo já deve andar a roer o osso em vez das unhas. Pirou-se a meio e tudo, com uma desculpa qualquer. Para mim é um ver
dadeiro mistério, como é que este rapaz chegou onde chegou. Não diz coisa com coisa e quando se está a tratar de assunto sérios enfia-se no seu casulo e quase que ninguém dá por ele.... E os outros dois também nem abriam a boca. Cá para mim estavam era com vergonha.

Lá fui respondendo às suas questões, como podia, mas ela é de facto bastante persistente. Quase que parecia que a cafeína lhe estava a "dar corda", e não se calava por nada deste mundo. Que era jornalista. Que estava ali a falar por muita gente e que exigia explicações da minha parte. E que eu tinha faltado ao respeito aos ouvintes da rádio, queria saber porque razão não podia entrar nos estudios e mais isto e aquilo.....Chiça que não se calava!! Mas eu dominei a situação completamente. Deixei-a falar e depois pu-la à vontade, que podia falar comigo, quando quisesse e que iria levar em grande conta as suas sugestões. Em suma, após dizer estas coisas, a situação alterou-se radicalmente. Ainda prometi que a BIGGEST iria crescer, e a partir daqui, então a conversa acalmou de vez. Até mudou de feições e tudo. Passou-lhe aquele ar raivoso até lhe voltaram as cores. Depois desta conversa, tem muito com que se entreter nos próximos tempos, e por certo que não me volta a chatear tão
cedo! Nada como um ar diplomático e uma conversa calma e serena, para refrearr os ânimos. Isto daqui a uma ou duas semanas, já nem ela se lembra de mim, nem daquelas promessas que eu lhe fiz.

Seg, 17 de Fevereiro de 2003

Hoje é que foi o Grande Dia!!! Que emoção. Arrancou hoje oficialmente a nova RÁDIO DO MACIAL. Só foi pena não ter estado aqui presente a VTI, mas ainda ontem telefonei ao Monizio, e ele chutou-me logo para o assistente, que me informou que as equipas de exteriores estavam quase todas "agarradas" ao caso Catrapuz e que à partida não havia hipóteses de mandarem ninguém para aqui. Mas acabou por não ter importância. A qualidade da obra dispensa publicidade desnecessária.

Hoje é um dia que vai ficar marcado na história da Rádio em Portugal! A Rádio do Macial, arrancou quase a 100%. Estou só a alinhavar uns últimos pormenores para o meu programa e logo está tudo a correr sobre carris. Depois de ouvirem algumas horas desta nova rádio, duvido que mais alguém tenha a coragem de criticar o meu trabalho. Aproveitei a manhã para apreciar o desempenho do Nuno Leiró e da Marta Santana e só posso dizer uma coisa. Nem sei se eu conseguiria fazer melhor! Estiveram brilhantes, a distribuir simpatia e boa disposição. E depois os que se seguiram, conseguiram captar na perfeição aquilo que eu queria. Nada como um rumo bem definido e uma liderança forte, para as coisas correrem bem. Os Americanos passaram o dia todo aqui na Compaio e Pina, mas estavam sempre a cochichar e a andar de um lado para o outro. Ainda me perguntaram o que fazia aquela Bola de Cristal em cima do artefacto do Alexandrino. São tão estupidos, que acreditaram que aquilo era uma coisa, que
há cerca de 50 anos, servia para fazer os sinais horários, batendo-o com força num gongo. Heheheheheheheehe. Que ingénuos!!!!

Fui cumprimentando os locutores à medida que íam terminando o seu trabalho e comemorámos tudo isto com um pequeno lanche com champanhe e uns bolinhos. Por volta das 18.00 recolhi-me ao meu gabinete e passei quase o resto do dia a ouvir a emissão e a olhar para mim ao espelho!! Estive a arranjar a minha gravata, a aparar as sobrancelhas e apertar os parafusos dos óculos. Mandei engraxar os meus sapatinhos. E os Srs da Rosa e Teixoso, tiveram a gentileza de me vir aqui entregar aquelas camisas bordadas, que eu tinha encomendado a semana passada. Ah! Como a vida é bela!!!! Gravei estas emissões, para ouvir em casa quando estiver mal-disposto! Que maravilha! E até parece que aquela coisa do Cajado está mesmo a resultar.

Diário Pêro Turjal -3ª e última parte - O MUNDO ESTÁ PERDIDO - Joaquim Varela
 
Seg, 24 de Feveriro de 2003

Parece que foi há uma eternidade, mas foi só à uma semana. A Rádio do MACIAL, está cada vez mais pujante! Se as pessoas pudessem imaginar a animação e alegria, que por aqui anda.... As pessoas estão a captar perfeitamente aquilo que eu quero! Estou mais do que certo que daqui a 1 ano estaremos à frente do Grupo Rinascente. Não há hipóteses, o Marinhal pode estar descansado. Agora é que em Portugal existe uma rádio com "pop" de qualidade para Gente Adulta com bom gosto e sofisticada. Estou em pulgas para ver os primeiros números das sondagens. A BIGGEST nem deve aparecer, e nós aqui na Rádio do Macial, devemos estar a escassas décimas da Rinascente FM. Eu, por vezes, quando estou a ouvir a Rinascente FM, até penso que é a Rádio do Macial. Só quando olho para o RDS, é que vejo que estou a fazer confusão. Quantas e quantas pessoas não passarão pela mesma situação? Milhões....Milhões se calhar não, talvez uns milhares!

Ainda hoje ouvi um pouco desta minha Obra-Prima, a "menina dos meus olhos", para ver como estão a correr as coisas. Eram 19.15 e ouvi a Vanda Maria, toda bem disposta a lançar o repto de irmos bailar com Enrique Iglésias. Muito Bem! Assim mesmo é que é! Ao principio podem denotar alguma relutância, mas aos poucos, as pessoas acabam por se adaptar às realidades e até a descobrir gostos que nunca pensaram ter. Aquela rapariga ainda me há-de agradecer o facto de eu lhe andar a "educar" os ouvidos! Esta é uma estalada de luva branca àqueles Americanos que diziam que uma pessoa que tem como banda preferida uns tais de Pearl Jam, não tem perfil pra a Rádio do Macial. Afinal, quem percebe disto? Sou eu ou são eles? Acho que a resposta é óbvia.

Agora durante o próximo mês vou dedicar-me de corpo e alma ao meu outro grande Projecto - O Rádio Culto Português. Achei piada reviver o nome, mas agora nem sei bem o que fazer com aquilo. Na altura tive a ideia de passar música brasileira e francesa, mas não pode ser só isso. Tem que se passar outra música, senão as pessoas chateiam-se de estar sempre a ouvir a mesma coisa. Ainda a semana passada estive a seleccionar uma série de músicas, e de artistas, mas no final, cheguei à conclusão que aquelas músicas eram quase todas as que passavam na Rádio Nostálgica e na Rádio do Macial. Ou seja, a diferença era muito pequena. Estive o fim de semana a organizar ideias e não consigo chegar à conclusão do que vou fazer.

Antigamente esta rádio tinha muita música Portuguesa, mas sabe-se muito bem que os tipos das editoras, não pagam o suficiente, para eu passar só disto. E depois, quem é que ía ouvir uma rádio em que passasse só Música Portuguesa? Ninguém, claro!!! Quer se queira, quer não, os anglo-saxónicos é que percebem disto e MÁNADA!!!! Upss, o raisparta esta mania!!... Acho que vou ter que descartar as coisas do Prof. Alexandrino. Dá muito trabalho ler aquela reza três vezes por dia e o cajado, de tão engraçado que é, suscita curiosidade, mas as pessoas passam a vida a mexer-lhe e ele nunca está no sítio. Amanhã vou ter que encontrar outra solução, que afaste de mim estas frases sem piada nenhuma.

Dantes também havia os Parodiosos de Lisboa, mas esses também já morreram. Passavam Rádio-Novelas, mas isso eram tempos que já lá vão. Para esta rádio já fui buscar mais pessoas à Rinascente, essa Meca do Éter e Grande Centro de Formação Radiofónica em Portugal, pelo que por aí, estou à vontade. Agora as músicas a passar, é que eu não estou bem a ver como é que vou "descalçar esta bota". Enfim, alguma coisa se há-de arranjar a bem ou a mal.

Ter, 25 de Fevereiro de 2003

Desta vez é que é!! Telefonei ao Prof.Karamba, para marcar uma entrevista com ele. Pediram-me logo para transferir 5.000 Euros para uma conta, a fim de poderem colocar os dotes do Prof. ao meu dispôr, visto que ele é uma pessoa muito ocupada. Fi-lo imediatamente e voltei a telefonar. Atendeu-me um tipo que mal falava Português, e ao que depreendi, me exigia mais 5.000 Euros, só para me atender. Aqui achei um pouco de mais e pedi para falar com o Prof. Karamba pessoalmente. Identifiquei-me e exigi que ele marcasse uma reunião aqui na Compaio e Pina. Disseram-me que tal era impossivel, que o Prof. não se deslocava a lado nenhum, dada a sua apertadissima carga horária e que se eu quisesse teria de ir eu ao seu santuário de "Magia Negra". Achei que deviam estar a gozar comigo. Então agora eu, Pêro Turjal, é que tenho que me dar ao trabalho de ir ter com o Prof. Karamba? Mas quem é que ele se julga que é? Eu é que sou o cliente e não ele!! Eu é que tenho de ver as minhas necessida
des atendidas. Este tipo assim não vai longe...

Desliguei o telefone imediatamente e entrei em contacto com a minha "2ª escolha". Convoquei o Padre Fontes. Um homem da Igreja, sempre me pareceu a opção ideal para lidar com isto. Ele mostrou-se logo disponivel, e veio de tarde ao meu gabinete. Expliquei-lhe a situação e ele fez aqui no centro da minha sala, aquilo a que ele chamou uma "Fogueira Esconjuratória". Pegou em 10 livros do Garoto que Mordeu o Cão, numa série de Dossiers com actas de reunião da antiga "Rádio do Maciel", nuns posters dos Mettalica e cerca de 500 CD´s "Planeta Rock" e despejou 5 litros de petróleo para cima daquilo tudo. Ateou o fogo, e enquanto tudo aquilo ardia, esteve sempre a fazer umas rezas muito esquisistas, Celtas, numa lingua muito estranha, que eu também tive de recitar. Confesso que nem sei o que disse.

No fim tivemos que saltar 13 vezes por cima das cinzas e para finalizar e esta foi a parte pior - mas na vida nada se consegue sem sacrificios - tive que rebolar, só com a roupa interior, pelas cinzas até não se conseguir ver a côr da minha pele. Parecia que estava na tropa.... Foi duro, mas o Padre garante que nunca mais terei nenhuma situação, como a que lhe descrevi. Recomendou-me ainda a compra de um Livro de Feitiços de sua autoria, desfazer-me das coisas do Prof.Alexandrino e cumprir à risca todas as indicações que o referido livro traz. Vamos lá a ver se é desta!!

Qua, 26 de Fevereiro de 2003

Aquele engraçadinho do José Nuñes, anda-me a matar a cabeça. Que é que eu vou fazer com ele? Os Americanos acabaram com a aquela ideia brilhante da Rádio de Desporto para a II Divisão B e agora nem sei que é que faça com ele. Fazer a mesma rádio para cobrir jogos da I Divisão, está fora de hipóteses. É muito caro e as pessoas já quase não ligam ao futebol. As que ligam, já ouvem outras rádios, como a Tilifonia Sem Fios e a Artéria 1..... Voltar aos microfones da BIGGEST é que nem pensar! Aquilo com ele era mais uma sessão diária de "forróbodo". Aquelas abitréculas, diziam mal de tudo e todos. Riam-se por tudo e por nada. Tenho andado a matutar e não cheguei ainda a nenhuma conclusão. Não sei se o hei-de enfiar no novo RCP, como coordenador das Noticias de Desporto, sob a supervisão daquele tipo que eu fui buscar à Rinascente, o Valdemar Disarte. Outra hipótese seria deslocá-lo do Desporto e colocá-lo naquele lugar de cobertura da Actualidade Politica que acabou por ficar vago
, com a continuação do Martelo de manhã na BIGGEST. Ou então melhor ainda.... O Ribeirito, para mal dos meus pecados, ainda acorda meia dúzia de "chouriços" em Portugal. Que tal eu colocá-lo naquele local de Coordenador do Centro de Estudos de Mercado para os PALOP´s? He, he, he, he. Hum... Se calhar começavam logo a acusar-me de andar a pôr jornalistas na prateleira. Não, isto não pode ser.... É capaz de não ser boa ideia.

E ainda anda outra coisa a chatear-me. Aquela agitadora que eu pensava que nunca mais me ía chatear, parece que não desiste. Agora anda no Teatro Vailaré, a recolher assinaturas, para me vir entregar, a pedir a BIGGEST a nível Nacional! TÁÁÁ BEM, TÁÁÁ BEM...... Porra, que isto agora é quase todos os dias!! Se não dou conta disto, qualquer dia ainda dou em maluco, pá!

Ainda quanto à agitadora. Que ingénua! Então ela não vê logo que não vai longe? Quanto muito devem assinar aquilo meia-dúzia de ignaros, entre os poucos que se dignem a pagar para ver o que é que seja, que aqueles incompetentes façam. Deve ir longe, deve!! Uma folha A4 e já deve ser uma sorte. Eu depois faço-lhe o obséquio de lhe receber aquilo, por compaixão, só para ela não pensar que eu sou mal-intencionado e por uma questão de educação. E parece que anda para aí a distribuir uma série de opiniões de mais agitadores, através de uma Mailing List. Amanhã vou pedir à Helena Gamba, que me inscreva nessa coisada, só para ir sabendo o que é que ela anda a tramar e já agora aproveito e peço-lhe um relatório, para saber se há mais alguém a seguir as pisadas daquela tresloucada.

Parece que ontem ofereceram um rádio à Maria de Vasconceles. Roubaram-lhe o dela e aquela cambada ofereceu-lhe outro igualzinho. Que gesto tão bonito. Confesso que fiquei um pouco comovido. Coitada da rapariga. Estava aqui a trabalhar e assaltam-lhe o automóvel para lhe levar o rádio. E isto tudo acaba por lhe dar uma certa notoriedade. Tenho pena de não ter tido esta ideia. Oferecia-lhe um rádio sintonizado na Rádio do Macial, mas bloqueado, tal como eu li que faziam na Coreia do Norte. Aqueles tipos é que têm umas ideias porreiras! Um rádio sempre sintonizado numa estação. Olha que isto era capaz de dar um belo concurso para fazer aqui na rádio. Oferecer rádios destes..... Vou ficar com esta na cabeça e pode ser que use isto mais tarde.

Esta história ainda me fez lembrar aquela vez, em que um grupo de ouvintes da Rinascente FM, me ofereceu um Par de Patins em Linha com uma recomendação de eu fazer mais exercicio fisico, ou ainda aquela Cabeça de Cavalo que tenho aqui no meu Gabinete. Esta interactividade com os ouvintes sempre foi para mim o verdadeiro sal e factor de motivação para eu ainda andar metido nestas coisas da rádio....

Qui, 27 de Março de 2003

Há uns tipos com uns óculinhos ridiculos, ali dos computadores, que todos os dias me chateiam a cabeça, para saber o que é que devem fazer com os sites das rádios. Que melgas! Até parece que isto aqui é uma empresa de software... Sinceramente. Já lancei as rádios, agora tenho que pensar noutros projectos! Andam só a chatear-me o pifaro com sites e coisas que tais. Mas isto aqui é alguma fábrica de Computadores? Que eu saiba é uma rádio. Estes tipos dos computadores, são uns "friques", passam o dia todo agarrados à porcaria do teclado, como se não houvesse amanhã.........É pá!!! Que eu já me estou a passar com isto!!! Será que isto se transformou num Karma?

Bom, adiante. Estão agarrados ao teclado como se não houvesse mais nada ao seu redor e depois querem que toda a gente faça o mesmo. Se todos fossem assim, que seria deste mundo?

Quero lá saber de sites! Quando houver tempo, logo me preocupo com isso. Lanço o site da Rádio do Macial e é quando me apetecer

Ter, 4 de Março de 2003

Estes Americanos cada vez me irritam mais. Então não é, que estiveram a ouvir atentamente a Nova Rádio do Maciel e chegaram à conclusão que o Leiró não dava para aquilo? Que tinha pouco à vontade, que se devia sentir pressionado, que estava stressado. Pressão? Stress? O Leiró? Sinceramente. O rapaz tem uma naturalidade e uma boa disposição impressionante. Eu, por mim considero-o a maior descoberta desde a Roda.....Olha? Onde é que eu já ouvi isto?

O Leiró, que tem tão boa disposição e está sempre tão sorridente, não serve para o Programa da Matina da Rádio do Maciel? Eles que nem sabem falar português, sabem lá eles se o Leiró está à vontade ou não? E são teimosos! Deram-me uma semana para resolver a situação. Que isto não podia continuar assim, que o Marinhal o tinha ouvido e tinha vomitado o pequeno-almoço dois dias seguidos. Que eles ficavam com uma enorme azia, até às 10 da manhã. Eu quero lá saber deles para alguma coisa. Eu, por mim, não estou a ver nada disto. Quanto muito eu conseguiria fazer um pouco melhor, quando estivesse desenferrujado.

E agora, que fazer? Está mais que visto que os Américas foram chamados, para me policiar. Se eu ponho um pé em ramo verde, vão enfiar tudo nos ouvidos do Marinhal e quem se trama sou eu. E isso não me parece MUITO POSITIVO...... É pá, isto está a tomar proporções gigantescas....Não há dia nenhum que isto não me aconteça...

Não posso colocar em causa o seu trabalho, porque o Leiró está simplesmente MAGNIFICO. Não posso avançar já eu, porque nesta altura as audiências são capazes de cair um bocadinho e não me quero ver numa situação de "dar a cara" a uma queda de audiências. Que raio. Que situação dos diabos. Fui buscar o rapaz à Artéria 3 e não vou manda-lo embora já. O que é que as pessoas iriam pensar de mim? Que não tenho coração? Que sou um vendedor de ilusões? Como é dura a vida de quem decide...

Hoje tive a ler alguns disparates que os desordeiros dos ex-ouvintes da Rádio do Macial, mandam uns aos outros e não pude deixar de sorrir.

A Agitadora-mor queixa-se que não há obras cá dentro.....Que é tudo mentira. Como é que ela pode saber disto? Será que tenho que lhe relembrar, que lá fora estão aquelas betoneiras e martelos pneumáticos? Que desaforo... Duvidar do que eu digo! Claro que ela e os outros todos "podem tirar o cavalinho da chuva", que granéis cá dentro nunca mais haverá, que eu não o permito. Enquanto eu me chamar Pêro Turjal, não entra mais ninguém. Doravante só cá entra quem eu quiser.

E aquele que insinuava que nas próximas sondagens, nem iria aparecer a BIGGEST Rock FM?? Que depois eu aproveitava esta situação para acabar com a esta rádio.... Vou assentar aqui o nome dele, para ver se não me esqueço de outras coisas que ele diga. Onde é que este idiota vai buscar estas coisas? Se andasse mas é a trabalhar, em vez de inventar disparates, ganhava mais com isso.

E um outro!!! Que eu vou fazer as manhãs da Rádio do Maciel, mais cedo ou mais tarde.... Este nem é parvo de todo. Este rapaz tem ideias. Mas onde é que esta gente vai saber estas coisas? Será que tenho espiões aqui dentro da Compaio e Pina? Será que alguém anda a passar informações para junto destes inuteis? Será que não posso estar descansado, mesmo dentro da minha casa?

É por causa destas e doutras que a partir de hoje, vou enviar todo o meu correio electrónico para a minha secretária e nem quero ouvir falar mais destas melgas. E os piores,os mais ofensivos, nem sequer vão conseguir enviar nada para ninguém. Enviam, mas volta logo para trás, que é para aprenderem a não andarem a chatear as pessoas. Que desplante!!

E ainda tive outra ideia brilhante (como todas, aliás). Vou arranjar um nome e vou escrever lá no Fórum destes tipos e enviar para a tal de Mailing List. Vou arranjar uma série de nomes femininos (para disfarçar) e vou dizer-lhes umas verdades, para ver se eles ganham mas é juizo. O primeiro vai ser Maria Ana Lizete e se não chegar ainda tenho outros na calha.

Qua, 5 de Março de 2003

Já arranjei solução para não ter que despedir o Leiró. Vou lançar um concurso às 10 Horas que vai colocar em 2º plano esta questão. Vou dizer que vou dar 10.000 Euros, a quem descobrir que não passámos 10 músicas às 10 Horas. Brilhante!! Como eu gosto destes jogos de palavras e trocadilhos!! Hi,hi,hi,hi....

10.000 Euros não é brincadeira. A malta anda tão aflita, que quando isto se espalhar por TODÓPÓRTUGAL..... Mas o que é isto? Lá estou eu outra vez com isto? E eu a pensar que já me tinha visto livre disto e agora estou com recaídas? Querem lá ver que o Alexandrino foi contratado por alguém para me tramar os feitiços? Bom, Quando isto se espalhar por todo o Portugal, ninguém vai ouvir outra Rádio. 10.000 Euros, é uma pipa de massa. Nem o Jogo da Maleta da Rinascente chega a estes valores absolutamente fabulosos. O que é que eu não faria com 10.000 Euros? Tirava umas férias e ía já directo para uma Ilha no Pacifico Sul.

Mesmo que os Americanos continuem com aquela casmurrice contra o Leiró, as audiências vão fazê-los enfiar a viola no saco. Isto vai arrancar a partir de amanhã. É óbvio que não sou otário, ao ponto de estar agora a dar 10.000 Euros por dá cá aquela palha. Quanto muito vou dá-los uma vez por ano, mas as pessoas andarão tão entusiasmadas com isto, que nem vão querer ouvir outra coisa.

Hoje decidi o que fazer com José Nuñes. Isto do Cottonétio dá cá um jeitão. É uma espécie de "Arquivo Geral Virtual". Quando não sabemos o que fazer com uma determinada coisa, PIMBA Cottonétio com ela!!! Depois de ter descoberto uma forma de "não acabar" com a Rádio Nostálgica de vez, descobri o que fazer com aquele ínutil. Vou criar uma rádio, mais uma. Qualquer dia ainda sou conhecido como o "Schumacher da Rádio", tal a velocidade com que as crio!... Esta rádio, que vou chamar MaiFutebol Rádio , só irá para o ar no Cottonétio, que é para aquela malta que leva o PC às costas para todo o lado, poder ouvir uns relatozitos na mesma. Vão para o estádio, querem seguir o relato e ligam o PC. Vão de carro, querem saber um resultado, ligam o PC. Vão na rua e em vez de irem à procura de alguém que tenha um receptor portátil, ligam e PC, e estão sempre em cima do acontecimento. Isto até pode vir a ser o futuro da rádio, quem sabe? De qualquer das formas está decidido, aproveito a emb
alagem, selecciono aqui uns temas cá da "minha lavra", um pop de qualidade e de vez em quando há uns relatos e uns programas pelo meio, onde esta malta da Bola pode discutir e chamar nomes uns aos outros sem fazerem muito alarido. Agora digam lá se eu não tenho boas ideias? Também é para isto que me pagam. Cuidado TSF, a liderança vai estar na mesa, ou eu não me chame Pêro Turjal.!!

Qui, 6 de Março de 2003

A Helena Gamba, deu-me hoje um relatório pormenorizado do bando de agitadores, que estão apostados em andar a chatear-me a cabeça. Como se eu precisasse de confirmação, trata-se de uma cambada de inuteis, ex-ouvintes da Rádio do Maciel, sem nada que fazer durante o dia e que devem ter-me eleito o alvo de descarga das suas frustrações. Estou mais descansado, porque assim não tenho que me preocupar muito com esta gente. Isto quem é líder está sempre sujeito a situações destas. O que é fundamental é saber lidar com elas, e felizmente neste campo eu não sou nenhum "tapado". Posso até me considerar o Porta-Voz de todos aqueles que gostam de ouvir rádio de qualidade. Se isto fosse Futebol, eu seria o Major Valentão da Rádio. Quantos são? Quantos são? Eles que venham!! Onde é que eles estão?

E estive reunido com os Americanos e já traçámos o futuro do RCP. Vai ser uma rádio relaxante e descontrída, sem rock, nem pop agitados, numa dinâmica de interactividade com o ouvinte (Ah, como eu gosto destes chavões). Os tipos tiveram acesso a uns dados provisórios das audiências, estiveram a falar com o Marinhal e parece que a coisa não está a correr lá muito bem. Disseram-me que as audiências da Rádio do Macial estão uma miséria e que perdemos os ouvintes quase todos e que não sabem como é que esta rádio irá conseguir aparecer na sondagens. Será que isto é verdade?

Foi quando estava a pensar nisto que decidi a componente musical do RCP. Se a Rádio do Macial não está a atingir os objectivos, faço outra parecida. Isto há que dar tempo ao tempo. Se não chegar lá só com uma, chego com duas. Coloquei quase todas as músicas que eu tinha escolhido para a Rádio do Macial, mais meia de dúzia de brasileiras e francesas pelo meio e está feito.

Vou enfiar a Rádio Nostálgica no Cottonétio, essa grande invenção. Devia-se fazer uma estátua ao tipo que inventou esta coisada. Assim, um tipo já não tem que aturar malta chateada com o fim de certas coisas. Quem quiser, continua a ouvir no Cotónéttio. Na Manhã vai para lá o José Candelabro. Esta rádio vai ser o REGRESSO AOS DIAS DA RÁDIO!! É pá, isto agora fez-me lembrar aquele filme detestável do Woody Allen. Se calhar devia era usar outra frase, para não ferir susceptibilidades. Este tipo só faz "flops" comerciais e pode até lançar um mau-olhado sobre isto tudo. E para além disso é do mesmo país que destas melgas que não me largam....

Sex, 7 de Março de 2003

Hoje tive um pesadelo horroroso. Acordei às 5 da manhã, com suores frios, todo encharcado e o coração acelerado e já não consegui dormir mais. Sonhei que no final do ano a Rádio do Macial, continuava em "banho-maria" e perder audiências de uma forma continua e acelerada. O Marinhal tinha-me destituido, mas eu iria continuar na MCR, mas como animador. E quem é que tinha ido para o meu lugar? Esse mesmo, o Ribeirito. Se isto cabe na cabeça de alguém? Uma pessoa quando sonha tem com cada ideia parva. E sabem o que é que eu tinha que fazer? Apresentar diariamente das 3h00 até às 7h00 e em directo, que a nova administração não admitia gravações, um programa interactivo, com a participação dos ouvintes, dedicado ao "Dead Metal"e "Punk Hardcore". Uiiiii! Que pesadelo!! Levantei-me e fui logo tomar um duche frio, para ver se acordava de vez.

Só por causa deste sonho, quando cheguei à Compaio e Pina, mandei logo suspender um rubrica que os meliantes da BIGGEST, estavam a pôr no ar todos os dias, que se chamava "É mesmo MAU...!", que ao inicio pensei que era uma espécie de auto-retrato, e só assim a aprovei, que já me andava a irritar um pouco. As pessoas na rádio, não querem ouvir coisas más, querem é boa disposição e pessoas sem Stress. Para ouvir coisas más, já basta ver a Televisão. E depois estavam sempre a queixarem-se que não ouviam a BIGGEST, que a potência era fraca, que já não os ouviam....enfim. Só não ouvem se não quiserem. A mim ninguém me tira da cabeça, que são estes profetas da desgraça, sempre com queixas de coisas más, os grandes responsáveis pelo meu pesadelo nocturno.

Sáb, 8 de Março de 2003

Hoje tive uma ideia brilhante (como todas aliás) e pu-la em prática, mas infelizmente não teve o resultado desejado. Então é assim: E se eu arranjasse alguém que fizesse uma proposta de trabalho, noutra rádio, aos inuteis do Programa da Matina da BIGGEST? He, he, he... Os tipos podiam aceitar, despediam-se daqui e eu para além de me ver livre deles de uma vez por todas, ainda passava a perna aos Americanos e tornava isto aqui na Compaio e Pina, um autêntico Paraíso na Terra, onde reinaria a Paz e o Sossego.

E assim fiz. Telefonei a um amigo meu, expliquei-lhe a ideia, dei-lhe os telefones dos "anormais" e pedi-lhe para ser essencialmente discreto. Ele lá combinou uma hora e um local com eles e eu fui espiar a coisa. Vi ao longe. Foi muito rápido. Dez minutos no máximo. Quando eles se foram embora fui ter com o meu amigo, que não estava com boa cara.

E então ele lá me disse, que eles apesar de terem acreditado que ele trabalhava para uma rádio da concorrência, não aceitaram a sua proposta. Não percebo porquê? Alguém se recusaria a trabalhar por 700.000 Euros por mês? Eu não.... E com choffeur à porta? Eu não!! E nem sequer com um Bentley Corniche, para cada um, como prémio de assinatura de contrato? Ainda gostava que me explicassem porque é que sairam de ao pé do meu amigo a rir à gargalhada e o mandaram para um sítio feio? Esta gente deve pensar que têm muitas propostas assim na vida?

Enfim, era uma boa ideia, mas infelizmente não resultou....

Sáb, 15 de Março de 2003

Tenho o coração destroçado. Hoje tive que colocar o Leiró um pouco de parte. Já não conseguia resistir mais às pressões dos americanos e lá teve que ser. Meti lá, a comandar o Programa da Matina, o João Faz, para ver se eles se acalmam um pouco e tentar serenar um pouco os ânimos. Mesmo assim, não me admirava nada, que isto tivesse um efeito negativo e as audiências caissem pique. Não é que o João não se desenrasque, mas o Leiró, meu Deus, o Leiró estava sempre em GRANDE DOMINIO.......Ái o caraças!!!! Querem lá ver que eu não falho uma?

Mas enfim, lá tive que ceder mais uma vez. Espero que o Leiró não se chateei comigo. E eu que apostava tanto nele. Aquela alegria toda, para dar e vender. Como é que um homem pode atingir os seus objectivos com tanta interferência?
Qua, 26 de Março de 2003

Que dia tão triste. Estive hoje a almoçar, outra vez com o Marinhal e tive que largar mão da minha maior aposta. O "chefe", não vai à bola com o Leiró nem à lei da bala. Esteve a dizer-me que ele tinha uma voz horrivel, meio amaricada, que o irritava profundamente. Que já tinha falado com os Americanos sobre isto e que viu que eu tinha feito umas alterações, mas ele achava que não chegava. O Leiró teria que sair da Rádio do Macial e MÁNADA!!! Ups... outra vez.

Como isto me custa. Eu, pessoalmente revejo-me no Leiró, mas com menos uns 20 anos, quando eu ainda era uma criança nestas coisas da rádio. Tanto potencial por explorar. Aquele à vontade, aquela boa disposição, enfim....Naturalmente alguém da concorrência o irá aproveitar. Frisei isso ao Marinhal e responsabilizei-o logo por uma potencial descida de audiências, ao tomar medidas destas. E aí é que eu "meti a pata na pôça". O Marinhal aproveitou logo a deixa e mostrou-me uns números provisórios de audiências, que a meu ver devem ter sido completamente adulteradas. Cá estão eles:

Rinascente FM- 18, 3

Rinascente - 16,2

Rádio do Maciel- 8,8

Tilifonia Sem Fios- 6,6

Meta FM- 4,2

Rádio Nostálgica- 3,2

Artéria 3- 3,1

BIGGEST- 2,5

Rádio do Macial - 2,2

Isto cabe na cabeça de alguém? Isto só podem ser estatisticas compradas!! Disse isto mesmo ao Marinhal, que ficou furioso, e começou logo aos gritos, a perguntar-me como é que eu tinha o desplante de afirmar que ele usava dados viciados. Tive que lhe pedir humildemente desculpas e sublinhar que estava completamente espantado e isso foi a causa da minha afirmação. Vá lá que isto o acalmou. Estivemos a discutir um pouco sobre estes números e no final, ele amavelmente deu-me uma pancadinha nas costas e disse uma frase enigmática, que aqui deixo para a posteridade.

"Ó Turjal, mas não se preocupe tanto com isto das audiência, que eu já ando nisto há muito tempo e sei muito bem como é que elas são feitas!! Esteja descansado que quando sairem no final deste mês a coisa já estará muito melhor e irá dar ainda mais força à minha decisão de o contratar a si...."

A forma como este homem consegue afirmar uma coisa destas, com toda esta certeza é para mim algo de inexplicável. Esperemos, então para ver.

Lá tive que despedir o rapaz, a muito custo e com grande pena minha. Fui buscá-lo à Artéria 3 e agora vou mandá-lo embora ao fim de tão pouco tempo. E para esta promessa radiofónica, não me atormentar a existência e não pairar sobre a Rádio do Macial, mandei apagar todas as referências que havia dele aqui. Mandei fazer umas montagens fotográficas no site da Rádio do Macial e tudo. Eu sei que isto faz lembrar um pouco outros métodos, usados na ex-URSS, mas só assim conseguirei esquecer este dia terrível.

Correr aquela malta toda que eu já despedi, desde que aqui cheguei, não me custou metade deste despedimento. Que dôr de alma!!

Qui, 27 de Março de 2003

Cá está ele! Apanhei-o! Agora é que se começam a descobrir os "penetras". Eu bem que andava desconfiado!! E depois nem dá a cara nem nada!! Com que então GAJOMCR?! Claro que diz mal de mim. Quem é que será este "bicho da madeira"?! Não posso tolerar estas coisas. Quem é que ousa colocar em causa a minha pessoa e ainda por cima se esconde por detrás de um nome falso? Gajomcr....Gajomcr....Hum... Gajos há muitos por aqui, mas quem será? Diz que trabalha na área Comercial e que não consegue vender quase nada para a Rádio do Macial?..... Pudera, isto agora tem que ter é muita Música e menos Palavra. Logo, não pode haver muita publicidade. Mas isto é ele a despistar.... Se calhar trabalha é noutra área.... Se calhar até perto de mim.... Se calhar até nem é Gajo nenhum, mas sim uma GAJAMCR.... Tudo isto é ainda muito misterioso.

E ainda outro tipo!!! Este nem esconde o nome nem nada. Cá está ele É um Ricardo qualquer coisa...Quem é que será este "animal"? Nem estou bem a ver quem ele é, mas vou já colocar todos os PC´s aqui da Compaio e Pina, sob "escuta". Tenho que saber o mais rápido possivel, quem são estas "andorinhas"....e quando as apanhar vou ser implacável. Doa a quem doer, os elementos destabilizadores têm que ser eliminados. Ao que este país já chegou.

Sex, 28 de Março de 2003

Olha, olha, então o Tal &Qual, afinal publicou aquele artigo?.... Devem ir longe, devem... Só um jornal destes é que ainda lhes liga alguma coisa. Mas alguém lê o Tal &Qual? Esse pasquim, de maldizer e bota-abaixismo primário. Nem me interessa ler o artigo. A Helena Gamba pôs-me aqui o jornal, mas só olhei para o artigo e assim que vi uma fotografia do Martelo, fechei logo aquilo e deitei-o fora imediatamente. Já não bastava ter de me cruzar com ele uma série de vezes, quando ele por aqui anda, quanto mais ainda uma fotografia num Jornal. Eu a semana passada, ainda enviei uma caixinha de Chocolates à jornalista, que eu sabia que andava a pensar fazer um artigo destes, mas pelos vistos ela não entendeu a minha mensagem. Ora, que se lixem. Alguém liga ao que diz o Tal & Qual? Ainda se fosse uma publicação de jeito, tipo a Visão ou o Expresso, agora o Tal & Qual...Pfffff...Grande Coisa.

Ter, 1 de Abril de 2003

Estou aqui oficialmente a reconhecer que sou um ser essencialmente Narcísico, Invejoso, Empedernido, com um Ego do tamanho do Universo, essencialmente auto-centrado e que passa por cima de tudo e de todos, não olhando a meios para atingir os seus Objectivos. Ninguém gosta de mim. Sou um líder Ditatorial, que não suporta vozes contra. Como todos os Narcísicos, vivo para mim e não suporto o sucesso alheio, inclusivé não o entendo, mas invejo-o de uma forma doentia. Não suporto o protagonismo alheio e não descanso enquanto não acabo com ele.

Declaro ainda, que estou na MCR para a destruir e para dar seguimento a uma "vendetta" particular.

Qua, 2 de Abril de 2003

He, he, he, he. Hoje escrevo aqui só para me rir do que escrevi ontem.... É que ontem foi dia das mentiras e não resisti a escrever uns disparates sobre mim!!! He, he, he, hi, hi.... Se eu fosse uma mistura de Pinóquio com Michael Jackson, só não me crescia o nariz, porque já não o tinha..... Ha, ha, ha, ha.... mas que bela piada, he, he, he, he..... Quando arrancar com o meu programa tenho de ver se meto lá esta...... Hi, hi, hi, hi

Sex, 11 de Abril de 2003

Mais uma data histórica na Rádio em Portugal. Estava capaz de propor ao Marinhal, que este dia ficasse para sempre como feriado oficial da MCR. Hoje renasceu o RCP. Foi uma azáfama. Estiveram cá os tipos da VTI e tudo. Isto hoje foi em grande. Vesti o meu melhor fato e estive a tarde toda a treinar o meu melhor sorriso e a pôr-me "todo boneco". Sapato novo. Camisinha Rosa e Teixoso, bordada à mão. Fui aparar as pontas do cabelo.

O Mitico Rádio Culto Português está de volta e em força. Após isto, o panorama radiofónico nunca mais será o mesmo. A Nostálgica já está no Cottonétio. As donas de casa vão adorar-me. Esta vai ser uma rádio em que o objectivo é aproximar os ouvintes, fazendo com que os mesmos sintam a música como a banda sonora da sua vida (Ora aqui está mais um belissimo chavão...). Dei uma entrevista para a VTI e tudo! No fim fumei um Habano "El Rey del Mundo", que saboriei durante 2 longas e boas horas....

E aproveitei esta ocasião para dar uma "alfinetada" nos idiotas do Programa da Matina da BIGGEST. Aquilo continuava tudo muito animado e para ver se os acalmo um pouco, tive que os dividir. Preciso de técnicos neste novo projecto do RCP e mandei para lá o Bruno Santinho. Sim, que me pareceu que havia alguma QUIMICAZINHA entre aquela gente toda.... QUIMICAZINHA?!?! Esta palavra também não me é estranha....

De "moldes", que vai mas é "estagiar" para uma rádio em condições, que com aquelas avantesmas, só está é a perder tempo e nunca mais saí da "Cêpa-torta". Ali terá uma oportunidade de ouro de aprender com quem sabe.

Qui, 12 Abril de 2003

Hoje, é que foi! Os palermas do Programa da Matina da BIGGEST, já me andavam a chatear há uma série de tempo, e eu nunca aceitei nenhum convite, mas hoje fui ver a última actuação do GQMC-Garoto que Mordeu o Cão ao Vivo no Vailaré. Comprei 1 bilhete, mas não fui assim "à toa". Como aquilo é um programa numa rádio para malta nova, arranjei lá em casa umas roupas antigas, de quando eu tinha para aí 20 anos e fui disfarçado. Vesti umas calças de ganga, uma T-Shirt do Lionel Rittchie, que eu ganhei num concurso das caricas da PEPSI em 1980, uns ténis Sanjo, que eu já não calçava há mais de 20 anos. Usei os meus óculos Escuros, tipo "Top-Gun", e para não ser de todo reconhecido, enfiei na cabeça uma cabeleira loura e por cima um boné dos NY Jets, com a pala para trás, como esta malta nova faz agora. Levei um Walkman da Sony. Fiz uma tatuagem lavável no braço. E lá fui eu.

Cheguei à Av. Fontes Pereira de Melo às 21.15 e pus-me do outro lado da rua a apreciar o panorama. E não é que se chega logo a mim um tipo aos gritos: "Olhó Gajo!!!!!!" Por momentos, ainda pensei em fugir, mas resolvi testar o meu disfarce. E lá veio ele, a correr na minha direcção:

"ENTÃO, PÁ, ESTÁS BOM ?"

Eu anuí com a cabeça. E ele insistiu: "És o Phil ou o Eddie?" Não percebi a pergunta, mas respondi o Phil (em homenagem ao grande Phil Collins). E ele insistiu: "É PÁ, nem imaginas como tu me fazer rir, pá!" Tu? A tratar-me por tu? Eu nem o conheço de lado nenhum... Ainda pensei que fosse um ex-ouvinte meu, mas quando ele me deu um livro daquele ínutil do Martelo para eu autografar, comecei a pensar que era capaz de ser outra coisa. Lá fiz um rabisco no livro. E o tipo lá se foi embora a rir, não sem antes, me ter dado uma grande palmada nas costas, ter metido um dedo numa narina e fungado estridentemente várias vezes e gritando para o outro lado da rua: "OLHA ALI O GRANDE PHIL!!!!!!". Fugi para a esquina, não viessem mais pessoas ter comigo, e ali estive até às 21.27, altura em que fui para o Teatro. Mas isto foi bom, porque provou que o meu disfarce estava a resultar.

Aquilo estava à pinha e eu meti-me numa das últimas filas, na penumbra a apreciar, aquilo que eu posso desde já considerar o MAIOR espetáculo de Hipnotismo colectivo que eu alguma vez vi!!

Aquela malta toda, parecia que estavam todos hipnotizados, como que em transe. A gritar aquelas frases parvas tipo ENORMES MAMILOS e DESENTUPIDORES DE CONVERSA. E riam-se por tudo e por nada. Gritavam "JESUS" e batiam palmas. As figuras que eu tive que fazer, para não ser desmascarado. Até onde uma pessoa chega......

E os convidados? Que figuras tristes. Também deviam estar hipnotizados. Só assim explico aquelas figuras tristes que fizeram.

Uns tais de Cebola Mole, deviam ter bebido uma série de bagaços e um deles devia sofrer de epilépsia, tais os saltos que dava. O David Fonseco esteve lastimoso. O rapaz até canta bem, mas apareceu-me lá com um zingarelho, que me fez recordar os saudosos Classic Nouveaux (ah, velhos tempos...) e pôs aqueles inúteis a ditar-lhe o que ele devia cantar. Lastimoso.

E aqueles padres?!? Oh, sacrilégio. O que é que faziam naquele local, tão distintos membros do clero? Eles que deviam ser os baluartes da decência, será que resolveram formar uma "Boys-Band"? E ainda apareceram lá 2 tipos a contar umas histórias sem piléria nenhuma.

Para mim o cúmulo foi um tipo, muito alto, que surgiu no palco com um taco de Basebol, a gozar com o "My Fair Lady" e outros feitos travecas a cantar..... Sinceramente! Haja decência!

Guardei os meus comentários, sobre os mentores desta algazarra colectiva para o fim, porque a sua presença só confirmou as minhas mais profundas convicções. Três pessos que se têm de socorrer de um "golpe baixo" como o hipnotismo, para conseguirem manter pessoas naquele teatro durante mais de 2 horas, naquele estado de transe, nem sei se não deviam estar presas.

O Martelo, a fazer piadolas sobre os nossos Irmãos Gregorianos, com uma boneca insuflável ao colo. O Ribeirito, a mostrar papéis ao público e a rir-se do David Fonseco a cantar (achei muito feio ele estar a rir-se do moço estar a fazer aquela figura). E a Vasconceles agarrada aquela guitarra, a pensar que sabe tocar alguma coisa....JESUS!!!!!! Daqueles três, a única coisa que achei bem feita, foi a imitação que ela fez de um macaco (mas isso deve ser por já ter ouvido muitas pessoas a imitá-los na rádio, num concurseco que eles organizam lá ao "fundo do corredor").

Que espectáculo absurdo, surreal e deprimente. E as pessoas pagam para ver isto? Meu rico dinheirinho.

No fim, ainda lá apareceu um gadelhudo - deve ser mais um retardatário do Maio de 68 - a cantar uma metáfora qualquer e as pessoas aplaudiram e aplaudiram e não paravam. Saí assim que aquilo acabou, fui para casa e jurei para nunca mais ir assistir a um algo tão degradante como isto.

Depois deste espectáculo degradante, eu ainda me pergunto, se não serei a única pessoa ao cimo da Terra, com alguma "massa cinzenta"?

O MUNDO ESTÁ PERDIDO!!!